Maurine dedicando o gol marcado ao seu pai, Sr. Brasil

A lateral Maurine soube da morte do pai na noite de domingo, mas pediu para continuar com a seleção, decidida a conquistar o título do torneio de futebol feminino dos Jogos Pan-Americanos. Sua opção comoveu a todos no ambiente da seleção. E foi com um gol de Maurine, aos 33 minutos do segundo tempo de uma partida difícil, contra o México, que o Brasil chegou à final da competição.

O Brasil venceu por 1 a 0 e disputará a medalha de ouro na próxima quinta-feira, contra o vencedor o Canadá.